PROTEGENDO FONTES DE ALIMENTAÇÃO

Fontes de Alimentação, como proteger?

Qualquer boa fonte que se preze deve prover uma proteção contra sobre-tensão para que em uma eventual falha os equipamentos conectados a ela não venham a ser danificados.

Infelizmente nem todas as fontes tem esse tipo de proteção, ou quando tem protegem quanto a falhas no circuito regulador, mas não previne problemas de curto-circuito nos transistores reguladores de potencia.

Para isto é necessário uma proteção totalmente independente do circuito do regulador da fonte e que funcione de maneira autônoma, e que não interfira no funcionamento normal da fonte. 

Aqui temos três métodos que tenho usado a alguns anos e até agora tem funcionado muitíssimo bem.

Proteção Simples a Diodo Zenner

A proteção a diodo zenner é bem simples e funciona muito bem com fontes de até 15 amperes.

Se baseia em 5 diodos zenner 1N5352, que é um zenner de 15 volts x 5 watts.


Os 5 diodos devem ser ligando todos em paralelo e ligados na saída regulada da fonte, logo após o porta-fusível.

Caso a fonte não tenha o porta-fusível, é necessário a instalação de um.

O funcionamento é simplíssimo, mas eficiente.

Como os diodos são para 15 volts e a saída da fonte teoricamente não vai exceder a 13,8 a 14 volts o zenner está 1 volts abaixo da tensão de avalanche, onde ele inicia a condução.

Caso a fonte apresente algum problema e sua tensão ultrapasse 15 volts os zenners irão conduzir irão curto-circuitar a fonte, causando a queima do fusível.

Proteção Simples a Varistor

A idéia é exatamente a mesma acima, porem em vez do zenner usamos varistores de 15 ou 17 volts.


Opte por usar varistores de 15 volts pois muitos equipamentos não suportam tensões acima de 15 volts, mesmo por alguns milisegundos.

Proteção a Relé

Agora a idéia é usar um relé para a proteção.

A idéia é simples, quando a tensão ultrapassar a um limite pré estabelecido, o rele terá sua bobina energizada e irá abrir os contatos "Normal Aberto" desconectando a carga da saída a fonte.


Esta proteção tem o inconveniente de ser um pouco lenta, devido ao tempo que o relé leva para ser acionado (mover seus contatos) mas funciona bem, principalmente se combinada com a proteção a zenner ou varistor.

A tensão da bobina do relé deve ser de 12 volts e o diodo zenner de 14 volts ou 15 volts x 5 watts.

Os contatos do relé deve ser capazes de suportar a corrente da fonte.

Podemos usar um relé que tenha vários contatos em "tandem", e ligar todos em paralelo.

Proteção a SCR

Esta é a proteção mais sofisticada.

O SCR deve ser capaz de suportar grandes correntes, devendo ser utilizados os tipos de rosca, de uso industrial.

O catodo do SCR deve ser ligado no positivo da ponte retificadora/capacitor de filtragem.

O resistor de 47Ω deve ser ligado a saída da fonte.


O funcionamento é simples, caso a tensão da fonte ultrapasse a 16,4 volts (soma dos dois zenners de 8,2 volts) dispara o SCR, que ira curto-circuitar a ponte retificadora e provocará a queima do fusível de primário da fonte.

Caso a fonte não tenha o fusível no primário do transformador, deverá ser instalado um.